terça-feira, 12 de agosto de 2008

"Meu vício, agora, é a madrugada"

Há uma música do Kid Abelha que diz "meu vício, agora, é a madrugada"..... Essa sou eu. O tempo desperdiçado durante o dia com tantas distrações é compensado pelas horas noite a dentro.

Minha inspiração troca o dia pela noite. Ela se veste de preto, ajeita a maquiagem, arruma o penteado, põe o casaco, calça suas botas de cano longo e sai para a "balada" depois da meia-noite.

Ela me põe em apuros quando Hypnos, o "deus do sono" da mitologia grega, me ataca antes que ela esteja pronta para curtir. A luta é ferrenha entre o ardor dos olhos que insistem em fechar e as milhares de idéias que pululam na minha mente quando a cabeça encontra o travesseiro.

Fã de carteirinha das músicas que acompanham meus momentos noturnos, a inspiração move meus dedos na velocidade estonteante e barulhenta com que martelo o teclado. Dois textos para o blog (este é o terceiro), dois para o trabalho. Falta um, ainda, para terminar a jornada desta segunda-feira garfieldiana. 

Mas a inspiração não me permitiria falar por tanto tempo só de coisas sérias. E por isso, concluo outro recital blogueiro, antes de retomar minha obrigação massacrante.