quinta-feira, 22 de julho de 2010

Simples.


Para se ter felicidade não é preciso procurar em muitas coisas ou lugares, brada um anúncio na TV. Só é preciso uma só. A palavra de ordem é: simplifique. Reúna todas as contas numa só, use só uma máquina para ler todos os cartões, tenha um controle remoto universal....simplifique a bagunça sobre a sua mesa, na sua casa, na sua vida.

Manter a vida simples, sem perder o conforto, o luxo e o status. Manter a vida simples e ponto.

O conceito do ter sobre o ser começa a se tornar obsoleto. Ou será que apenas reduziu-se as varáveis de complicações? "Continue tendo muito. Mas economize tempo, encontre tudo o que vc precisa em um só lugar"...

Mas a simplicidade pregada pelos vendedores não extingue a "necessidade" e menos ainda diminui o estresse. O "mal do século" não é mais a depressão - ela o foi no século 20 -, mas é a tensão, a ansiedade em níveis acima do normal, a pressão pelo ter, ser e fazer, todos ao mesmo tempo, em um único lugar: sobre seus ombros.

Como Atlas, o deus grego, temos por castigo carregar o mundo nas costas. Sem descanso, nos forçamos a nos preocupar, estressar e acrescentar, a cada dia, mais peso a nossa bagagem cotidiana.

Ainda aprendo, mas em Deus encontro a resposta para o dilema: "lancem sobre Ele toda Sua ansiedade, por Ele tem cuidado de vocês" I Pedro 5:7. Parece subjetivo e transcendente, mas é real. Confiar em Deus é a resposta para nosso mal.
Ele vai suprir nossas necessidades. Ele vai resolver os problemas. É jogar sobre ele o fardo. É não se preocupar. Ele tem cuidado de nós. E não há porque temer: Ele consegue lidar com todos os detalhes de todas as vidas.
É pensar na suficiência de Deus, mesmo quando fazemos dela insuficiência.
É simplificar a vida. Confiar e ponto.

Um comentário:

Thaty disse...

OIE...
Estava de passagem e gostei muito do teu blog.

Sigo-te

Passa no meu tb.
PEDAÇOS DO COTIDIANO
http://pedacosdomeucotidiano.blogspot.com

Grande beijo
Thaty